5 truques para economizar no casamento na praia que você não tinha pensado

Já falamos por aqui que é possível, sim, economizar no casamento na praia (se você não viu, clique aqui e confira!). Porém, com um pouco mais de jogo de cintura e criatividade, você pode enxugar ainda mais os custos. A seguir, veja algumas dicas da especialista em organização Betta Lima.

1) Repense a época da cerimônia

Se você morre de vontade de se casar no verão, é melhor reconsiderar. Nessa época, a incidência de chuva é muito alta e você teria que bancar uma estrutura maior para lidar com as intempéries climáticas. De acordo com a especialista, o ideal seria escolher uma data entre os meses de março e novembro, que contam com temperaturas mais amenas e menos chuvas – sendo abril e maio os melhores meses. “Realizar um casamento praiano em meses de muito calor pode ser desconfortável tanto para os noivos quanto para os convidados, e altas temperaturas também podem sinônimo de chuvas fortes.”

2) Prefira ter tudo incluso

Na hora de decidir onde fará a cerimônia, optar por um local que já tenha estrutura pronta, como pousada, hotel ou restaurante, pode sair mais em conta, afinal, vocês não terão que se preocupar com gastos como itens de mobília. “Se verificar com antecedência, o casal pode conseguir negociar um bom preço. Existem lugares que já oferecem esse tipo de pacote com tudo incluso, até mesmo o cardápio de comidas e bebidas”, exemplifica a profissional.

3) Alugue apenas o necessário

Cerimônias “pé na areia” permitem maior economia. Por exemplo, vocês não precisam disponibilizar cadeiras para todos – apenas para os mais velhos e pessoas com mobilidade reduzida. Os mais jovens podem ficar em pé e acompanhar o casamento de pertinho.

4) Economize no cardápio

Comidas leves, como frutas e finger foods, são perfeitas para esse tipo de casamento. A boa notícia é que essa alternativa pode sair bem mais barata que um banquete. Para as bebidas alcoólicas, bastam as boas e velhas caipirinha e cerveja, além de um espumante para comemorar. Nas não-alcoólicas, nada como águas aromatizadas, sucos e água de coco. A especialista também indica picolés, açaí, frutas cortadas e sorvete no lugar dos docinhos tradicionais – claro, tudo armazenado corretamente para não estragar ou derreter.

5) Otimize as lembrancinhas

Elas devem ser úteis aos convidados. “Leques confeccionados em MDF, por exemplo, são leves e ajudam a aliviar o calor. Além disso, podem ser utilizados em outras ocasiões posteriormente. Repelentes e filtros solares em miniatura também são ótimas ideias e muito úteis para os convidados usarem na praia”, finaliza.

FALE COM Finanças Femininas



Finanças Femininas

Finanças Femininas Autor

O Finanças Femininas é o maior site do Brasil para falar de dinheiro só com mulheres. Nosso trabalho é dar as ferramentas que as mulheres precisam para conduzir melhor o seu dia a dia e bancar as suas escolhas.
Finanças Femininas
O Finanças Femininas é o maior site do Brasil para falar de dinheiro só com mulheres. Nosso trabalho é dar as ferramentas que as mulheres precisam para conduzir melhor o seu dia a dia e bancar as suas escolhas.