Casamento real DIY da Dayanne e do Edson

Já imaginou ver um casamento real que parece de novela, daqueles que acontecem em uma igrejinha no alto do morro, com uma noiva de guarda-chuva e seu noivo todo bobo? Agora realiza aqui com a gente porque é de verdade! Essa história linda, que fez um ano semana passada, no dia 12 de setembro, é o casamento real da Dayanne e do Edson, que resolveram se casar no interior, com muitas coisinhas feitas à mão, a família e os amigos participando e muita emoção com um dia chuvoso que se abriu só para os noivos.

casamento-real-dayanne-edson-13

A Dayanne nos contou a saga do seu casamento real de maneira tão emocionante que não dá para não se apaixonar. Ela se deixou surpreender, surpreendeu seu noivo e curtiu demais cada segundo ao lado dos seus amigos. Sem contar todo o processo de criar a dois um casamento, com inspirações constantes e muita vontade de fazer tudo ser o mais especial possível. O casamento real desse casal é uma verdadeira fonte de inspiração para aqueles noivinhos que não sabem bem nem por onde começar. Chega mais pra conhecer tudinho sobre esse casamento real e se derreter com as fotos!

“Olá meninas!

Ainda suspiro quando penso naquele 12 de setembro! Dá muita saudade dos meses de preparação, de chegar em casa após o trabalho e pesquisar, cortar, imprimir, colar, pintar e passar muito tempo com as irmãs e amigas que nos ajudaram tanto.

casamento-real-dayanne-edson-7

casamento-real-dayanne-edson-14

Eu me apaixonei por aquela igrejinha no topo do morro, era lá que eu queria me casar. Moramos na cidade e meu noivo não estava comigo na ocasião em que me apaixonei pela igreja, então convencê-lo de que era o lugar perfeito não foi assim tão fácil. Além disso, organizar um casamento à distância tem muitos desafios! A vantagem é que casar no interior pode gerar uma economia bem significativa, visto que os serviços tem um custo bem mais baixo. Mesmo sem tanta opção de fornecedores não foi um problema. Para minha sorte, os poucos que tinham eram os melhores!

casamento-real-dayanne-edson-16

casamento-real-dayanne-edson-6

A igreja era tão perfeita que ficava bem ao lado da pousada de um casal de primos muito queridos, onde planejamos e fizemos a recepção e a festa do nosso casamento. Foi o lugar onde minha mãe cresceu, mas eu mesma só conheci o local pouco mais de um ano antes do casamento. Fazer o casamento na pousada ajudou muito a economizar. E, para economizar ainda mais, tivemos muito fornecedores extra oficiais. Pais, irmãos, amigos, primos, padrinhos… Uma equipe de primeira que se dedicou muito!

casamento-real-dayanne-edson-3

casamento-real-dayanne-edson-20

 

A primeira grande economia foi com o vestido. Pesquisei bastante e decidi comprar da China. Foi necessário fazer alguns ajustes, mas eu amei. E não cheguei a experimentar mais nenhum depois dele. Além da grana, poupei tempo, que gastei com os outros preparativos.

casamento-real-dayanne-edson-12

casamento-real-dayanne-edson-24

O convite eu mesma fiz, no estilo cartão postal. Destaquei o local da cerimônia, com estilo e texto bem informal. Foi um sucesso. Criei o monograma num site e usei na arte do convite, na impressão do adesivo que fechou o envelope e no porta guardanapos. Com exceção do convite em si, tudo foi impresso em casa!

casamento-real-dayanne-edson-35

casamento-real-dayanne-edson-34

Para lembranças, fizemos o vidrinho de pimenta, que ficou lindo na decoração. Aproveitamos muitas coisas locais, que deram um estilo bem original e custaram muito menos, como a mesa de doces de potes. Na mesa dos convidados, usamos garrafas transparentes com uma decoração bem simples, com flores brancas e o porta-guardanapo personalizado. Para as crianças, fizemos o livro de colorir, que é uma excelente distração para elas! Todos amaram.

casamento-real-dayanne-edson-29

casamento-real-dayanne-edson-11

casamento-real-dayanne-edson-33

Em relação à comida, escolhemos um cardápio bem mineiro e contratamos um experiente cozinheiro local, que nos passou uma lista de ingredientes. Sim, até a compra de supermercado para a festa foi feita por nós! Os doces da mesa do bolo foram feitos pela família, inclusive o naked cake. O “love” foi comprado e pintado por nós. Também fizemos as luminárias de barbante que ficaram penduradas em cima da mesa.

casamento-real-dayanne-edson-27

casamento-real-dayanne-edson-25

casamento-real-dayanne-edson-18

A emoção ficou por conta do tempo: dois dias antes da cerimônia, nós viajamos para a cidade, que fica a cerca de 100km de distância, com o carro lotado. Tínhamos muitas coisas a resolver. E chovia, muito! A igrejinha que ficava bem no topo do morro, numa estrada de terra, já não parecia tão perfeita quando, a pouco mais de 12 horas do casamento, os convidados começaram a ficar atolados na lama. Eu chorei e achei que tudo estava perdido. Fui dormir em lágrimas e quando acordei, o sol não apareceu, nem a chuva. Foi um dia nublado e fresco, o preferido do meu (agora) marido, e passou a ser o meu preferido também. Porque o nosso dia foi assim.

casamento-real-dayanne-edson-2

casamento-real-dayanne-edson-28

casamento-real-dayanne-edson-30

E foi perfeito. Os noivos sorriam porque, apesar da distância e apesar do clima, todo mundo conseguiu chegar. E todo mundo sorriu quando as crianças entraram na igreja do som de “My Love” e quando nos reunimos para tirar a foto na escada e quando os noivos chegaram na festa. E quando tocou moda de viola e quando foi servido doce de leite. O amor estava lá em cada detalhe e todo mundo sentiu.

Queria dividir o amor que colocamos em tudo isso com vocês. Parabéns pelo trabalho lindo que vocês fazem no site!

 

Mais histórias com muito DIY:

Casamento real DIY da Estela e do Rafael

O noivado real DIY da Lilian e do Dione

O chá-bar DIY da Vanessa e do Marcos (com dicas)