Casamento real DIY da Letícia e do Guilherme

Histórias de amor que surgem na mais tenra idade têm um lugar especial no nosso coração. Aqueles relatos de casais que se conhecem desde a infância, que se aproximam aos poucos. Aqueles casais que se relacionam e se casam jovens. Que criam uma realidade comum, que têm lembranças ao longo de toda uma vida juntos. Casais assim, tão unidos, e que realizam o sonho de um casamento real de maneira tão romântica. Assim é a história da Letícia e do Guilherme, que fizeram questão de colocar suas memórias no grande dia.

casamento real leticia e guilherme

Além de estarem juntos há 12 anos, o casal também priorizou usar itens da família na decoração do seu casamento real. A Letícia nos contou o quanto isso foi importante não só para economizar, mas também para deixar seu casório especial. Cada pequeno detalhe contava uma história. Sua família colocou a mão na massa e deixou tudo super especial. É um casamento real assim que nos inspira a continuar nosso trabalho. Com vocês, o casamento real lindo e econômico da Letícia e do Guilherme:

 

“Nós nos conhecemos há muito tempo! Morávamos na mesma rua e brincávamos e brigávamos por causa dos jogos e brincadeiras desde os 6 anos de idade. O tempo passou e estávamos com 13 anos e começamos a nos ver diferentes. A amizade virou primeiro amor. Começamos a ficar mais e mais próximos e estamos juntos até hoje. Os nossos pais, percebendo o amor nascendo, fizeram algumas exigências. Sabiamente, eles davam prioridade para os estudos e só nos permitiram namorar de fato, com 16 anos. E então, com 16 anos, começamos a namorar em casa e já estamos juntos há 12 anos! Crescemos, amadurecemos, vivemos juntos. Passamos por muitos momentos tristes e felizes, mas sempre unidos. Fomos primeiros namorados desde sempre! E temos a certeza que seremos para sempre.

casamento-real-leticia-guilherme-2

casamento-real-leticia-guilherme-7

casamento-real-leticia-guilherme-3

Desde o 3º colégio, meu marido já tinha intenção de nos casarmos. Fizemos um combinado: depois da faculdade, casaríamos. É fato que dei uma enroladinha nele, pois fiz duas faculdades. Mas ele esperou e me ajudou muito a realizar um sonho que tinha desde a infância, o de ser professora. Marcamos o casamento com dois anos de antecedência. A partir daí, começamos a ver os detalhes. Eu, sendo professora, e ele, sendo vendedor, não tínhamos um valor elevado para gastar no casamento. Junto com os preparativos, demos a entrada na nossa casa e nos apertamos muito para realizar o nosso sonho.

casamento-real-leticia-guilherme-1

casamento-real-leticia-guilherme-6

casamento-real-leticia-guilherme-9

Comecei, então, a pesquisar casamentos bonitos e criativos e o CASAR É UM BARATO me ajudou com muitas inspirações! Foi decidido que o casamento teria um ar antigo, por eu ser professora de história e remeter a família, que é muito importante para nós. E assim foi feito. O meu vestido causou um “espantamento” na cidade interiorana de São José do Rio Pardo porque ele não era branco! Era pérola! Então a pérola também reinou no buquê, na decoração, nas cores. Os passarinhos apaixonados também acompanharam o nosso casamento, desde o convite à decoração. Começamos a montar o nosso casamento, de forma muito pessoal e significativa!

casamento-real-leticia-guilherme-11

casamento-real-leticia-guilherme-5

casamento-real-leticia-guilherme-21

Escolhemos o dia 19 de dezembro de 2015 para ser o nosso dia! Escolhemos a Igreja de Santo Antônio, uma igreja pequena, que nós já frequentamos, para dar o ar intimista. Tivemos daminhas muito especiais: minha sobrinha, que passou por sérios problemas de saúde. Ela fez a nossa alegria ser completa por estar ali conosco, nos brindando com a sua bravura e força. Ela entrou junto com meus avós e a sagrada família. Este momento foi marcado por lágrimas, suspiros, emoção e muita alegria! A família toda se alegrou com esta entrada tão especial. A tia se encheu de orgulho e de amor pela pequena e pelos avós, tão importantes na minha vida e na do Gui.

casamento-real-leticia-guilherme-17

casamento-real-leticia-guilherme-18

casamento-real-leticia-guilherme-24

Outra entrada emocionante foi a das alianças! Minha bisavó de 88 anos as levou até o altar no chapéu do meu bisavó que faleceu há 15 anos, mas que era o meu amor. Ele esteve presente no chapéu e no carro, sua variante azul. Fizemos essa escolha para que ele fosse lembrado de várias formas. A lembrancinha dos padrinhos foi bolinha de sabão e ficou linda a nossa saída.

casamento-real-leticia-guilherme-22

casamento-real-leticia-guilherme-12

casamento-real-leticia-guilherme-28

Já a festa foi sofrível de sair! A princípio nem a faríamos, mas com muito suor, conseguimos! Fizemos uma festa bem íntima, para 100 pessoas. O cardápio foi bem diferente dos convencionais: churrasco, batata frita, salpicão, torresmo! Foi bem diferente das festas formais de casamento, mas teve a nossa cara e teve! Na decoração, fizemos tudo em família. O buquê foi feito pela minha mãe, assim como os pássaros de feltro do bolo e das mini gaiolas que estavam nas mesas. Uma das madrinhas fez as plaquinhas da festa, todas com a hashtag #casamentolêegui. Eu e o Guilherme imprimimos, cortamos e colamos no palito!

casamento-real-leticia-guilherme-26

casamento-real-leticia-guilherme-10

casamento-real-leticia-guilherme-14

A decoração foi feita no dia do casamento pela minha mãe, meu pai, meu irmão, meu avô, minha prima. Minha tia foi a idealizadora de várias ideias! Todos juntos, colocamos as ideia em prática! Para ter um ar antigo, tinha máquina de escrever e baleiro. O bolo foi feito pela minha madrinha e a decoração da mesa foi escolhida na casa da vó e da bisa. Reunimos potes, vidros que significavam muito para elas e colocamos na decoração. Além disso, colocamos fotos em vidros de palmito dos bisos, avós e pais.

casamento-real-leticia-guilherme-23

casamento-real-leticia-guilherme-27

casamento-real-leticia-guilherme-20

Foi tudo simples, muito simples! A maioria das coisas nós já tínhamos. Economizamos muito! Foi tão significativo ver um enfeite verde da minha bisa, que desde quando eu era pequena pedia para segurar, na minha mesa de bolo. Não gastamos tanto e teve um valor sentimental muito grande para nós, cada detalhe.  Agradecemos muito ao Casar é um barato pelas inspirações! E queríamos deixar aqui a mensagem para você que quer se casar e não tem um valor alto para gastar com decoração: faça o que você pode! Procure o que dá sentido para a sua vida, peça ajuda para sua família, reúna ideias. Tenho certeza de que você ficará assim como nós, realizados, pois o que fizemos, tinha valor e muito amor. De fato não foi um casamento clássico, sofisticado e luxuoso, mas foi um casamento feliz, especial e com muito sentido para nós!”

 

Mais sobre Casamento Real:

O casamento da Catharina e do Flavio

As bodas de pérolas da Maria e do José

Realize seu sonho com fornecedores confiáveis