Caso, compro uma bicicleta ou viajo o mundo inteiro?

keep-calm-and-marry-on-464 

Que casar é caro, a gente sabe. Que requer paciência, a gente também sabe. O que a gente não imagina é que combinar essas duas coisas pode ser muito difícil se você não for otimista.

Sempre ouço noivinhas se questionando do preço das coisas relacionadas a casamento. É uma realidade que os preços quase triplicam quando você diz que é a noiva. Já soube de histórias de pessoas orçarem buffet como casamento e como evento comum e a diferença de preços é imensa. Mas aí você pensa: esse vai ser o dia mais importante da minha vida. A gente fica vulnerável e muitos fornecedores abusam. Tem que fugir de gente assim, viu?

Quando me casei, questionei muitas vezes sobre essa decisão de fazer uma super festa. Com poucos meses pra juntar dinheiro e organizar, confesso que em dado momento eu tive vontade de jogar tudo pro alto e viajar pro Caribe. Ficar lá, com o marido, tomando uns bons drinks e relaxando. Foi quando a minha irmã puxou minha orelha e disse: se você pensa em uma festa, não pense em outra coisa, criar alternativas só vai fazer você se frustrar.

E parei de pensar em bicicletas, carros, viagens e bons drinks. Peguei toda a minha força e me tornei uma noiva obstinada. Fui buscar preço e qualidade, virei fã do Pinterest, criei um novo universo na minha cabeça e isso foi decisivo. Tenho certeza de que eu me arrependeria amargamente se tivesse optado por outro caminho, talvez mais fácil, mas menos emocionante.

_foto-14-ceac9222-e3b5-102c-a230-0019b9d5c8df

Por isso eu digo: noivinhas, foca na festa! Casar não é mole, requer muito foco, mas é gratificante. O dia 6 de Julho de 2013 nunca mais irá sair da minha cabeça e é um marco fundamental. Eu virei a casada que se emociona, que se empolga, que se joga no casamento das amigas. Sou aquela que diz: Gata, o passeio de camelo no Egito te espera, mas a festa de casamento não.

Respirem fundo e pensem em o quão divas vocês estarão quando o grande dia chegar. Ninguém vai reparar nas olheiras que os orçamentos e listas causam e você nem vai lembrar que a lista de convidados quase não fechou. A emoção de ir andando lentamente ao encontro do homem que lutou com e por você é tipo MasterCard: não tem preço.

Força, amor e foco!

montagem 2

PS: Casar é caro, mas ó, prestenção no nome do site, gente. Aqui tem mil dicas e coisinhas digrátis pra você arrasar na sua festa de casamento gastando pouco. Sempre há alternativas pra tornar as coisas mais viáveis, viu? Bateu o desespero? Corre aqui no Blog! Escreve pra gente! Grita que as casadas malucas correm pra te ajudar!

 

carinha_estela

Essa crônica foi escrita pela Estela Rosa, menina fantástica e linda, gatófila, noiva DIY e esposa do Rafael. Ainda por cima escreve bem demais.