CASO REAL: Casamento DIY relâmpago da Talita e do Arthur

O Caso Real de hoje é daquelas histórias que podemos chamar de paixão fulminante! A Talita se apaixonou perdidamente pelo Arthur, começaram a namorar e não conseguiram se largar mais. Com oito meses de namoro eles já tinham a certeza de que haviam nascido um para o outro e resolveram se casar! Prepararam o casamento em três meses (tempo recorde, genteee), fizeram praticamente tudo a mão e foi lindo!

A história é tão emocionante que vou deixar a Talita contar!

Nós (37)

“Vejo sempre as histórias dos casais aqui no Casar é um barato e resolvi então contar a minha, um pouco doida, mas linda e baratinha… rs! Com oito meses de namoro, resolvemos nos casar! Mesmo com pouco tempo eu tinha toda certeza do mundo que o homem da minha vida era e é ELE: Arthur! Começamos a namorar em março de 2013 e já estávamos planejando tudo para casar em 2014. Foi quando no final do mês de agosto decidimos mesmo nos casar. Mas quando? Novembro! De 2014? Não, de 2013!

Comuniquei aos meus pais e, por incrível que pareça, adoraram a ideia e não deram nenhum sinal de palpitação pela rapidez do casório, eles conhecem a filha doida que têm! Demos entrada na papelada e em setembro comunicamos nossa família e amigos mais próximos. Muitos perguntaram se eu estava grávida, outros ficaram surpresos, e outros, simplesmente, adoraram!

Cartório (3)

Nossa pretensão era ter uma festa simples, fazer um almoço para os pais e padrinhos e pronto! Mas então todo o restante da família quis participar. Resolvemos fazer um almoço na casa dos meus pais para nossas famílias e amigos mais próximos, algo para no máximo 50 pessoas. Pois bem, começamos a fazer a lista de convidados e, para nossa surpresa, o total foi de 110 pessoas! O que era para ser simples virou uma super festa, não dava para enxugar a lista. Encaramos a lista e começamos a organizar tudo por conta própria!

Meu convite foi feito à mão! Mandamos imprimir, achamos a rendinha, o fitilho e fizemos. A decoração queria que fosse algo simples, porém bonito, claro! Usamos vidros quadrados para as mesas e retangulares para mesa do bolo. Como o casamento era pela manhã, optamos por flores de plásticos e ficou lindo! O vestido quem fez foi uma costureira que conheço há algum tempo, foi baratinho.

talita-arthur-convite

As lembrancinhas foram caixinhas de madeira pintadas e decoradas por nós mesmos. Usamos fitas de cetim e colocamos bombons sonho de valsa dentro junto com fitinhas cortadas pra dar volume. Achei que a tampa da caixa estava vazia, então pegamos frases de amor de diversos autores (principalmente do meu predileto Nicholas Sparks) e colocamos uma em cada caixa e agradecemos a presença da pessoa!

DSC_0604

O almoço foi churrasco e o restante da comida “terceirizei” com a minha família! Todo mundo trabalhou para me ajudar. A sogra da minha mãe fez a berinjela, minha sogra e minha cunhada fizeram o grão de bico, minha tia fez as batatas e minha mãe, mesmo japonesa, fez o baião de dois! Os doces e o bolo ganhei de presente da mãe de uma amiga, minha tia nos deu o pão de mel, também fizemos trufa de maracujá, brigadeiro branco e camafeu. Não podia faltar nada, principalmente chocolate porque somos noivos chocólatras!

Mesa do bolo (10)

 

Tudo preparado para o Grande Dia! Apesar da noiva acordar 2 horas atrasada deu tempo! rs… Meu cabelo foi feito por uma amiga cabeleireira e a maquiagem eu mesma fiz. Não tínhamos fotógrafo, nem câmera semi-profissional. Mas, de última hora surgiu um amigo com uma câmera semi-profissional! Foi perfeito! Aluguei ele o dia todo para tirar fotos, que ficaram lindas.

Nós (4)

Ufa! É isso! Espero que tenham gostado! Eu amei tudoooo, foi perfeito e muito melhor do que o esperado. Amei e amo olhar as fotos… Não me canso de ver e não me arrependo de nada. Tudo isso só foi possível com a mega ajuda dos meus familiares e do meu esposo lindo que me ajudou em tudo.”

Doidinha essa Talita, né? ADORAMOS!! E tem mais foto, olha só!