CASO REAL: O casamento da Raquel e do Marcelo

Já contei para vocês que o nosso bloguito é lido de leste a oeste, de norte a sul do Brasil? Já, né? Temos leitoras do Amazonas, do Pará, do Paraná, do Espírito Santo, do Ceará, do Mato Grosso… Do Brasil inteiro! É tanto orgulho saber que a família Casar é um Barato é grandona assim e tão fofa e querida! É muita felicidade que acho que nem cabe no Brasil! Por conta disso, muitas vezes recebemos Casos Reais de estados distantes, com climas diferentes, outras tradições. Como é o caso da história de hoje que aconteceu lá no Rio Grande do Sul!

caso-real-raquel-marcelo-ceub (9)

A Raquel escreveu pra gente contando um verdadeiro conto de fadas gaúcho, com direito até a danças típicas e passeios a cavalo. Ela e o Marcelo se conhecem desde pequenos, quando ela tinha 10 e ele 14. São parceiros e companheiros desde aquela época em que eram apenas duas crianças. A amizade se manteve, cresceu e o amor tomou conta dos dois. De apenas dois pequenos amigos para dois grandes companheiros para o resto da vida. E o casório deles não poderia simbolizar isso de outra forma: muito céu, muito sol, ar livre e muita valsa gaúcha! Chega mais pra babar muito esse amor todo!

caso-real-raquel-marcelo-ceub (13)

 

“Oi meninas do Casar é um Barato! Vou contar um pouquinho da nossa história e de como foi nosso DIA maravilhoso! Eu e o Marcelo estamos juntos há 11 anos. Éramos vizinhos, alguns membros de nossas famílias até já se conheciam, mas só fomos nos conhecer mesmo a quase 35km de casa, na fazenda de uma amiga. Quando nos conhecemos, eu tinha 10 e ele 14 anos. Fazíamos parte de um grupo de seis amigos que iam todos finais de semana andar a cavalo e passear nessa fazenda. Amizade forte e linda que dura até hoje! Mas foi só depois de cinco anos que percebemos que nosso sentimento poderia ser muito mais que de uma amizade. E foi bem na época que começamos a dançar juntos em CTG (Centro de Tradições Gaúchas).

caso-real-raquel-marcelo-ceub (3)

Já estávamos juntos há dez anos e, então, decidimos nos casar. Depois de tanta história e tantos amigos envolvidos, não poderíamos fazer isso sem uma grande festa!

A primeira escolha (que quase abri mão pelo desespero de não dar certo) foi a de uma cerimônia ao ar livre. Pesquisei em vários sites a melhor estação do ano e como poderíamos realizá-la. Escolhemos um salão que fica no Yacht Clube da nossa cidade, Rio Grande, por ter uma vista linda da lagoa que a costeia, a famosa Lagoa dos Patos. Graças à Deus temos muitas pessoas que nos querem bem e torcem por nós, que nos ajudaram com muito pensamento positivo de que seria um lindo dia. E foi.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (5)

caso-real-raquel-marcelo-ceub (4)

Mas não sem antes uma dose inteirinha de emoção: no dia anterior choveu muiiiitoooo. No sábado, 18 de abril de 2015, dia que nos casamos, tinha muito vento. Mas, por alguma razão indescritível, por volta de 30 minutos antes da cerimônia, o vento cessou e o céu ganhou tons lindos de laranja e lilás.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (7)

caso-real-raquel-marcelo-ceub (8)

Foi tudo perfeito! Queríamos que o clima do campo estivesse presente por conta do lugar onde passamos momentos maravilhosos, queríamos que fizesse parte da decoração e elementos de toda a festa, por isso escolhemos passarinhos para nos representarem. A música gaúcha também não podia faltar, então, durante toda cerimônia tocaram as nossas prediletas, interpretadas por grandes amigos com suas vozes, gaita, violão, violoncelo e flauta. Além da nossa primeira dança como casados, que foi interpretada por nosso amigo Alexandre, A Última Lembrança, uma linda valsa gaúcha.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (12)

Tivemos 12 casais de padrinhos. Isso mesmo! Foram 12! Nossos irmãos e nossos amigos de longaaaa data que fizemos questão de nos acompanhar nesse momento. Tivemos uma organizadora de mão cheia que captou muito bem o espírito que queríamos passar no dia. A Mauren me conhece desde pequena e foi muito bom tê-la ao meu lado nesse dia.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (10)

caso-real-raquel-marcelo-ceub (11)

Pesquisei em diversos sites ideias de itens que diferenciassem nossa festa. O quadro de assinaturas teve a arte feita por um amigo e montado por mim. Fiz alguns papéis com agradecimento pela presença nas mesas, as embalagens de bem-casados, me inspirei na internet para a arte do nosso convite.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (1)

caso-real-raquel-marcelo-ceub (14)

caso-real-raquel-marcelo-ceub (15)

Como sou maquiadora, fiz minha própria maquiagem no dia e foi uma experiência incrível. Já tinha maquiado tantas noivas, não poderia deixar de me maquiar. Além disso, minha grande amiga e sócia fez meu penteado!

caso-real-raquel-marcelo-ceub (2)

caso-real-raquel-marcelo-ceub (6)

Ah! Só mais uma coisinha: nosso ensaio pré-casamento foi todinho feito na fazenda que falei lá no começo, onde nos conhecemos.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (16)

Espero que gostem da nossa história e que apreciem nossas fotos do dia mais feliz que poderíamos ter. E sabe qual, para mim, foi o maior segredo de dia perfeito? Ter quem a gente ama por perto. Família, amigos, comemorando uma história que, às vezes, pensamos ser só de dois, mas que tem um pouquinho de cada um que nos cativa e contribui para que essa história perdure.

caso-real-raquel-marcelo-ceub (17)

Um beijo grande para o meu amor, Marcelo, que fez da minha felicidade uma realidade. E, obrigada pela oportunidade de conta um pouquinho da gente! Um beijo!!”

 

Mais Casos Reais inspiradores:

O mini-wedding da Vânia e do Denner

O pré-wedding retrô da Vivi e do Alan

O casamento DIY da Cristina e do João