CASO REAL: O casamento DIY da Fran e do Davidson

A gente recebe uma porção de mensagens pelo nosso chat do Facebook, muitas delas com fotos lindas, momentos emocionantes. Vivemos salvando fotos e sentindo cada dia mais um pouquinho da sensação de amor e felicidade de cada uma das nossas noivinhas leitoras. É sempre uma surpresa e uma delícia saber que somos uma referência para onde mandar fotos, é emocionante.

Mas não podemos negar que algumas histórias nos emocionam em especial. Principalmente quando descobrimos que indiretamente participamos do casamento, dos preparativos, das ansiedades e, sobretudo, da felicidade de duas pessoas que se amam. É de arrepiar saber que inspiramos pessoas tão lindas a fazerem cerimônias e festas tão amorosas.

caso-real-fran-davidson-ceub (5)

E foi esse o caso da Fran. Ela nos procurou pelo chat para agradecer. Sim, ela contou um pouquinho da sua história, mas ao final nos agradeceu por termos inspirado o seu casório em cada detalhe. Como ela mesma disse, desde a escolha das cores até o seu vestido. É um orgulho tão grande para nós, sabermos disso, meninas, vocês nem sabem o quanto nos emociona. E a cada foto é realmente como se tivéssemos participado de tudo. Vou dar a palavra à Fran, antes que eu derreta que nem uma manteiga aqui!

“O Davidson e eu já morávamos juntos e decidimos nos casar, fazer festa, celebrar nosso amor. A grana era pouca e eu não sabia por onde começar. Foi quando conheci este site, o Casar é um barato, que me ajudou demais. Resolvi contar nossa história e ficamos muito felizes em poder compartilhar com outros casais a emoção que vivemos de casar e realizarmos o casamento dos nossos sonhos.

Vou começar contando um pouco da história do nosso casamento…

caso-real-fran-davidson-ceub (26)

Nós namoramos por um tempo, aproximadamente seis meses, e em março de 2014 nós decidimos morar juntos. Tanto eu, como ele, já havíamos nos casado anteriormente no civil, mas foram casamentos que não deram certo. Em março, então, fomos morar juntos. Mas nós tínhamos um sonho em comum: queríamos casar, ter uma festa bonita, para selarmos nossa união.

caso-real-fran-davidson-ceub (29)

Em dois de setembro, dia do meu aniversário, ele conversou comigo e propôs o casamento. Mas não tínhamos dinheiro pra realizarmos o evento. E foi aí começou a correria. Fomos fazer orçamento de buffet, ornamentação, mas confesso que a cada orçamento ficávamos mais tristes. Casar pode ser muito caro. Mesmo diante das dificuldades, decidimos que não deixaríamos o nosso sonho morrer.

caso-real-fran-davidson-ceub (16)

Fomos em busca de sites com dicas para o casamento. Nessas buscas conheci o Casar é um barato, que mudou nossa perspectiva. Decidimos fazer tudo e fomos à luta. Alugamos algumas peças e poucas flores com um decorador da cidade, o restante foi por nossa conta. Marcamos a cerimônia religiosa e o almoço no quintal da minha sogra, às 10 da manhã. Conseguimos as tendas emprestadas, o equipamento de som também. Chamamos um casal de amigos da igreja pra cantar os louvores durante a cerimônia.

caso-real-fran-davidson-ceub (4)

Cada detalhe foi pensado por nós. Durante o mês antes do casamento, trabalhamos na ornamentação. Um amigo de trabalho me emprestou a maquete do bolo. Pausa, essa parte é muito engraçada: a maquete era branca, mas de tão guardada, estava amarela, empoeirada. Um dia antes do casamento, limpei com um produto de limpeza que deu uma reação alérgica nos meus dedos! Foi uma loucura. Nossos amigos riem disso até hoje.

caso-real-fran-davidson-ceub (6)

 

caso-real-fran-davidson-ceub (15)

As cores, o modelo do vestido, as lembrancinhas dos padrinhos, a placa pra entrada da noite, os enfeites de mesa, as tiaras das daminhas, TUDO foi criado por nós e pelos meus amigos de trabalho.

caso-real-fran-davidson-ceub (13)

Ah, e o meu vestido? Quase morri quando fui tentar alugar, pois são muito caros. Mas depois de pesquisar muito, consegui um que já tinha sido usado por um preço excelente. A roupa do Davidson, conseguimos emprestada também, pois somos evangélicos e é comum o uso de roupa social no convívio da igreja, acabou sendo mais fácil.

caso-real-fran-davidson-ceub (9)

Nosso casamento foi lindo demais, muito emocionante. Casamos ao ar livre num dia ensolarado. Fizemos um almoço, churrasco, tropeiro, arroz e salada, para nossos familiares e amigos. Minha mãe tomou conta da comida. Trabalhamos muito, mas valeu a pena, pois todo mundo queria saber quem tinha arrumado e preparado nosso casamento. Foi um sucesso.

caso-real-fran-davidson-ceub (7)

E muitas dicas eu consegui aqui, no CEUB! Aqui vi Casos Reais de casais que, assim como nós, conseguiram realizar este sonho, mesmo com pouquinho dinheiro. E esta foi nossa história de casamento: o amor de Fran Fleischmann e Davidson Bonomo.

 

Lindo, lindo, lindo! Morremos de amor, Fran! Parabéns!!!!

 

Quer ver mais Casos Reais inspiradores? Vem cá:

O casamento DIY da Bruna e do Mateus

O casaníver da Ina e do Lucas

O noivado DIY da Daiane e do Anderson

FALE COM Estela Rosa


Estela Rosa

Estela Rosa Autor

Estela é noiva para sempre mesmo depois de ter casado com o Rafael. Ela é uma aquariana engraçada, justiceira e irônica que, além do Rafa, tem os gatos em seu coração. Como toda boa noiva, é indecisa pra chuchu, mas no final consegue decidir tudo direitinho. Observadora e curiosa, a Estela fuça a internet como ninguém atrás de referências fantásticas e consegue resolver qualquer pauta que lançamos para ela! Passional até o último fio de cabelo, a moça tatuada que ama jardinagem e quebra-cabeças usa sua tagarelice super extrovertida para atuar como uma “match maker” profissional, juntando pares perfeitos pelo mundo afora.

Estela Rosa

Estela é noiva para sempre mesmo depois de ter casado com o Rafael. Ela é uma aquariana engraçada, justiceira e irônica que, além do Rafa, tem os gatos em seu coração. Como toda boa noiva, é indecisa pra chuchu, mas no final consegue decidir tudo direitinho. Observadora e curiosa, a Estela fuça a internet como ninguém atrás de referências fantásticas e consegue resolver qualquer pauta que lançamos para ela! Passional até o último fio de cabelo, a moça tatuada que ama jardinagem e quebra-cabeças usa sua tagarelice super extrovertida para atuar como uma “match maker” profissional, juntando pares perfeitos pelo mundo afora.