CASO REAL: O casamento DIY da Therumy e do Magnus

Não tenho nem muito o que falar sobre o Caso Real de hoje. A noivinha que nos escreveu falou simplesmente TUDO o que a gente acredita. Que realizar um sonho é possível, que colocar a mão na massa é uma delícia, que ter amigos e família envolvidos em todas as etapas é super gratificante. Receber histórias assim nos deixam não só emocionadas, mas com os ânimos renovados com o nosso objetivo maior: incentivar as noivas a realizarem seus sonhos.

casamento-therumy-magnus-ceub (20)

Venham conhecer a história da Therumy e do Magnus, contado por essa noivinha SUPER animada e forte, cheia de vontades e desejos, cheia de fé e amor. É de histórias assim que precisamos para manter a fé em nossos sonhos. Vem ver que coisa linda!

 

Criatividade, descontração, chuva e muita colaboração

Eu e o Magnus somos namoradinhos desde a adolescência. Durante 13 anos vivemos muitas aventuras e coisas boas, também soltamos nossas mãos e ficamos por um tempo caminhando em estradas distintas até que elas se cruzaram de novo e decidimos nunca mais caminhar separados. Três anos atrás, a gente percebeu que um realmente completava o outro e decidimos planejar nossa vida juntos. Foi assim que veio o casamento. Porém tínhamos um “probleminha” bem comum entre a maioria dos casais: Não haveria grana suficiente para todos os nossos planos se concretizarem. Mas como sempre foi um desejo dos dois organizar uma linda festa e dizer “sim, eu aceito” ao lado da família e amigos, lutamos por isso. Fizemos isso acontecer! Colocamos a mão na massa em literalmente tudo! O Casar é um Barato me ajudou um bocado com isso, na busca de referência, em me inspirar em outros Casos Reais, em aprender a fazer coisinhas fofas para decorar.

casamento-therumy-magnus-ceub (26)

casamento-therumy-magnus-ceub (29)

Somos um casal divertido, boêmio, parceiros para festas e muito simples. Essa simplicidade e alegria esteve presente em cada detalhe do casamento. Para nós, a celebração não era um evento social cheio de pompas, mas sim uma oportunidade única de juntar as pessoas que adoramos e que fazem parte da nossa vida de alguma maneira. Nosso maior desejo era que todos se sentissem à vontade, se divertissem e que soubessem o quanto cada um naquele salão era importante e amado por nós dois. Para isso, decidimos que nossa festa teria uma cara de “boteco”, bem despojada, e cada detalhe seria pensado pra criar esta proposta. A data foi 21 de fevereiro de 2015. Último dia do horário de verão para que a gente tivesse uma hora a mais de festa. Tudo muito bem pensado!

casamento-therumy-magnus-ceub (30)

casamento-therumy-magnus-ceub (41)

Para começar, o convite fugiu a qualquer tradição! Bolamos uma garrafa de cerveja, com um rótulo de metal (colado por nós, uma a uma) e uma tag que dizia que “O aquece para a festa mais esperada dos últimos tempos está garantido”. Junto a isso, um cartão escrito à mão, explicando os motivos pelos quais era importante ter aquela pessoa presente em nosso grande dia. Não houve nenhum texto repetido, gente, eu e meu noivo escrevemos cada convite com muito carinho, dedicação e exclusividade. Alguns beberam a cerveja, outros ainda estão com a garrafa guardada. Já os cartões manuscritos arrancaram lágrimas e gargalhadas de todos.

casamento-therumy-magnus-ceub (14)

casamento-therumy-magnus-ceub-convite

Como queríamos que os convidados se sentissem em casa, não fizemos restrição de roupas, presentes, comportamentos ou qualquer coisa que pudesse inibir. No mesmo salão, havia pessoas que viajam o mundo e outras que não saem do seu bairro. Gente que vai a festas em todos os finais de semana e outros que nunca foram num casamento. Convidados de todos os estilos, condições sociais, personalidades que foram recepcionados com abraços, beijos e sorrisos e que puderam confraternizar e fazer novos amigos.

casamento-therumy-magnus-ceub (36)

casamento-therumy-magnus-ceub (37)

casamento-therumy-magnus-ceub (34)

casamento-therumy-magnus-ceub (35)

Pra dar continuidade ao tema, os padrinhos receberam taças de cerveja personalizadas com seus nomes e uma carta extensa explicando o quanto os amamos e como são importantes para nós. Para as madrinhas havia uma restrição bem específica quanto ao vestido: Elas deveriam vesti-lo e se sentirem absolutamente lindas. Não quis padronizar cor, modelo e nem nada. Queria que cada uma estivesse radiante do se jeito e gostos.

casamento-therumy-magnus-ceub (28)

casamento-therumy-magnus-ceub (1)

Eu não tinha como gastar em um vestido luxuoso, então comprei da China mesmo, sem experimentar e nem nada e, sinceramente, eu adorei! Renda e tule, leve e confortável, mesmo que volumoso, coisa que fazia eu me sentir uma princesa da Disney. O sapato eu ganhei de presente e foi feito sob medida, um brilho só. Cabelo e maquiagem foi feita por uma talentosa profissional que atende em sua casa, sem badalação, sem bagunça, sem frescura. Éramos apenas eu, minha mãe, ela, sua cachorrinha Xuxa, biscoitos e chá. Meu buquê foi feito com flores chamadas de “sempre viva”. Queria algo simples e significativo. Essas flores não se compram em floriculturas, elas estão em jardins. Consegui comprar em uma feirinha de produtos agrícolas da cidade de uma senhora que plantava em casa. Elas duram mais que outras flores e representam que até o momento mais delicado pode se eternizar. Olho para as mesmas flores todos os dias quando acordo.

casamento-therumy-magnus-ceub (22)

casamento-therumy-magnus-ceub (16)

casamento-therumy-magnus-ceub (17)

A decoração foi feita pela minha mãe. Sim, a mãe da noiva cuidou da decoração toda. Quando recebi o orçamento da decoradora quis desistir da festa, entrei em pânico, mas minha mãe é extremamente talentosa e decidiu que por uma “bobagem” dessas eu não iria desistir de um sonho. Escolhi uma decoração simples e rústica. Muitas garrafas, margaridas e para dar cor escolhi usar chita, um tecido com estampas alegres e que combina com o verão. Na manhã do casamento um mutirão decorou cada detalhe. Minha mãe coordenou a turma e eu, meu noivo, amigos e minhas incríveis madrinhas ajudaram a decorar, colocar a mesa, limpar o local da festa.

casamento-therumy-magnus-ceub (18)

casamento-therumy-magnus-ceub (4)

casamento-therumy-magnus-ceub (3)

Meu casamento pode não ter sido o mais belo e luxuoso em quesito decoração, mas eu tive algo que muitas noivas não têm ao contratar o pacote completo: cada arranjo, cada talher posto na mesa, cada pozinho tirado, foi feito com tanto amor e doação. Foi emocionante, pois sem a ajuda de tantas pessoas nada daquilo seria possível. Em vez de estarmos no salão arrumando as unhas e tomando espumante, estávamos varrendo o chão! E acreditem: isso foi incrivelmente recompensador, melhor que qualquer presente. Em apenas uma manhã estava tudo completamente pronto e lindo!

casamento-therumy-magnus-ceub (9)

casamento-therumy-magnus-ceub (13)

A cerimônia seria ao ar livre, no topo de uma colina, que é um verdadeiro camarote do pôr-do-sol. Mas adivinhem? Uma hora antes começou a chover e não parou mais! O resultado foi um grande improviso. Meu noivo teve que dar um jeito em relação a cerimônia, a entrada dos padrinhos e esses detalhes, afinal não tínhamos cerimonialista. Não ficou tão majestoso quanto o planejado, mas renderam fotos lindas por causa da chuva. Além da chuva, fizemos algumas pessoas molharem os seus rostos, quando falamos os nossos votos também improvisados!

casamento-therumy-magnus-ceub (27)

casamento-therumy-magnus-ceub (19)

casamento-therumy-magnus-ceub (24)

Toda a papelaria foi feita por mim: convite, itinerário da festa, lencinhos de papel, sinalização da mesa de doces, identificação das mesas, menu. Um dos pontos altos da festa foram as placas para tirar fotos. Em vez de frases comuns, cada mesa recebeu um envelope com frases personalizadas de acordo com cada grupo, com bordões e piadas que falamos. Muita gente levou as placas embora e ficaram emocionados e surpresos com elas. Uma coisa tão simples, mas feita com tanto amor. No menu, petiscos de boteco e petit porções de comidinhas quentes. Para beber, muita cerveja e intervenções alcoólicas no meio da festa com cachaça, vodka, tequila, whisky e rum. Neste momento, o próprio noivo ia de mesa em mesa convidar as pessoas para um shot. No outro dia, muita gente não lembrava direito como tinha ido embora. A lembrança também foi comestível, um pão de leite embalado em pacote Kraft com o recadinho “garantimos o aquece, a festa e agora o café da manhã”. Tinha recadinho em tudo, no buquê que eu joguei para as meninas, no banheiro, no buquê que as madrinhas receberam.

casamento-therumy-magnus-ceub (31)

casamento-therumy-magnus-ceub (5)

casamento-therumy-magnus-ceub (7)

casamento-therumy-magnus-ceub (8)

A trilha sonora foi sensacional. A cerimônia foi ao som do meu amigo Jef. Ele ganhou o programa Breakout Brasil da Sony e tudo indicava que na data ele teria compromissos com a gravadora, mas como coisas boas conspiram ao nosso favor quando a gente acredita, ele teve um show em Porto Alegre e pode vir na festa. Sabe quando a gente escuta uma música e na hora percebe que ela é perfeita? Foi assim quando ouvi a primeira vez a música “Leve” composta por ele. Minha entrada foi de braços dados aos meus pais e a canção mais doce embalando meus passos. Já a coreografia (criada por nós), tinha que fugir do tradicional, escolhemos “Bailando” do Enrique Iglesias e Luan Santana. Depois de muitas doses, os meninos subiram ao paco e fizeram um pocket show sertanejo, o que foi hilário.

casamento-therumy-magnus-ceub (32)

casamento-therumy-magnus-ceub (33)

casamento-therumy-magnus-ceub (38)

casamento-therumy-magnus-ceub (39)

casamento-therumy-magnus-ceub (40)

Em todas as etapas do nosso casamento tivemos muita ajuda. Na construção da nossa casa, na hora de mobiliar, nos nossos chás, nos detalhes da festa. Temos uma família e amigos de ouro que apoiaram, se sujaram, acordaram cedo, viajaram de longe. Nos dias mais tensos foram as palavras dessas pessoas que nos apoiaram. Na hora da festa, foi a energia deles que não nos deixaram cansar. Nosso casamento foi um sonho coletivo. Muitas pessoas torceram e se envolveram. Emocionamos muitas pessoas e ficamos emocionados demais ao perceber o quanto somos queridos e admirados. Tivemos muito, mas muito trabalho mesmo, mas tivemos tanto apoio, que tudo se transformou em festa e boas lembranças. Muito obrigada a toda a equipe do Casar é um Barato. Vocês são nossa fonte de inspiração em um dos momentos mais significativos e felizes da vida. E sabem, né? Uma vez noiva, eternamente noiva!!

casamento-therumy-magnus-ceub (23)

casamento-therumy-magnus-ceub (6)

casamento-therumy-magnus-ceub (10)

casamento-therumy-magnus-ceub (21)

Fotografia – Jaluine Fotografia | Cabelo e Maquiagem – Josi Schweig | Sapato – Vestígios Calçados |
Local da festa – Espaço Um Eventos - Sapiranga/RS | Torta – Salete Doces | Vídeo – Djeison Petry