CASO REAL: O Crazy Wedding da Tânia e do Marcelo

Tem uma música bem fofinha da Clarice Falcão que fala “de todos os loucos do mundo eu escolhi você”. A gente acha esse verso uma gracinha porque de fato o amor é isso: dois loucos que, nesse mundo atual, resolvem ficar juntos e se amar pra sempre. O amor é, definitivamente, uma revolução em um mundo que se direciona cada dia mais para o individualismo. Optar por seguir seu caminho ao lado de alguém que topa tudo contigo é uma das melhores loucuras que o ser humano pode fazer.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (14)

Mas há uniões que são ainda mais loucas. Aqueles amores que surpreendem, que fazem de tudo para que a vida não caia jamais na monotonia. E é exatamente sobre isso que fala o Caso Real de hoje. O título do email? Crazy wedding. Ao abrir, descobri uma doidinha de pedra chamada Tânia e seu amor, doido por ela, chamado Marcelo. Ah, e doidos pelo Corinthians também! Não deu, gente, acabei me apaixonando doidamente por eles dois, por essa história, por esse amor, pelas loucuras lindas que os dois decidiram cometer juntos. E sei que vocês também vão se apaixonar.

Mas, antes, vamos conhecer a história dos dois. Vocês podem começar por aqui:

 

Agora vamos conhecer a história do casório? Depois de apaixonados pelo jeito piradinho da Tânia, pelo jeitinho amoroso do Marcelo, vem cá se apaixonar por essa história.

“Oi meninas! Adoro seu blog e ele foi fundamental para me ajudar a planejar meu louco e divertido casamento. Bom, vamos lá vou contar como aconteceu essa louca história: Tudo começou com o noivado. Eu sou uma Corintiana apaixonada e meu namorado, sabendo disso, me levou ao Pacaembu para assistir a mais um jogo do Corinthians e, durante um dos gols, no meio de 35 mil pessoas, embalados ao som de “aqui tem um bando de louco”, ele pergunta: “Tâ, quer se casar comigo?” Foi emocionante! Paramos a louca torcida do Corinthians e claro eu aceitei!

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (9)

Eu já morava sozinha com minha filha e ele veio morar com a gente. Foi aí que decidimos fazer uma festa de casamento, afinal eu nunca havia me casado. Bom, para uma festa de casamento, do jeito que sonhei, precisava de bastante dinheiro e nós não tínhamos. Mas eu disse a ele: “vamos marcar uma data e, no mais, tudo vai acontecendo”. Marcamos a data e escolhemos os padrinhos. Como já morávamos juntos e tinha praticamente tudo para casa, nossos pais e padrinhos decidiram nos ajudar com o casamento! Falo sempre que meu casamento foi inesquecível porque teve um pouquinho de cada um nele. Quando eu olhava para os detalhes do casamento, lembrava de cada um que contribuiu para o nosso sonho.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (7)

Ganhamos os convites (lindos por sinal). Ganhamos o buffet e local. Ganhamos a melhor banda da região para tocar na festa – a Banda Me gusta. Ganhamos uma banda para cerimônia – Clarim – com violino e sax. Ganhamos a lua de mel para a Bahia e ganhei até o hotel pra noite de núpcias! Impressionante como quando há amor, tudo flui! E o mais incrível é que todos estavam envolvidos de verdade.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (16)

Então meu casamento aconteceu no dia 15/08/2014, numa sexta feira às 20h00. Foi ao ar livre de frente para um lago, um lugar encantador. Não faltou ninguém ao nosso casamento, nenhum convidado, foi aí que sentimos o quanto somos um casal especial.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (13)

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (11)

Minhas madrinhas estavam todas de azul – adoro a cor azul e elas escolheram o modelo do vestido e o tom de azul. Os padrinhos estavam de terno preto e gravata no tom do vestido delas.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (17)

Meu vestido de noiva foi feito pelas mãos abençoadas da minha mãe. Todo bordado com renda! Já pensou em se casar com um vestido feito pelas mãos da sua mãe? Foi emocionante!

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (3)

Tive duas floristas: uma é minha irmãzinha de 25 anos, mais nova que eu, e a outra é filha de uma amiga. Eu queria entrar com o hino do Corinthians, mas meu noivo não deixou! Então fiz uma surpresinha: Ele fez questão de ser a marcha nupcial, pois diz que tem frio na barriga quando ouve, então eu entrei e deixei ele com friozinho na barriga. Mas quando fomos ajoelhar para receber a benção, na sola do meu sapato estava escrito “Vai Corinthians”! Foi muito engraçado a reação dos convidados!

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (12)

Nós saímos do tradicional e fizemos troca de votos. Foi emocionante demais, não tinha um que não chorasse. Minha filha foi daminha e entrou com uma caixinha na mãos. Na caixinha tinha um vinho, as alianças e duas cartas. Escrevi uma carta e meu noivo a outra, nelas listamos todos os motivos pelo qual nos apaixonamos e está guardada. Eu li o significado da caixa para os convidados:

“Quando eu me casar, eu vou fazer uma caixinha que levará as nossas alianças até o altar. Nessa caixinha vai ter um vinho e duas cartas de amor no qual colocaríamos os motivos pelo qual nos apaixonamos. Essa caixa ficará guardada e, quando tudo estiver difícil e nosso amor enfraquecido, abriremos a caixa, beberemos o vinho e vamos ler os motivos pelo qual nos apaixonamos, para lembrar do quanto nosso amor é importante e que não deveríamos desistir dele jamais”.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (15)

E quando acabei de ler o significado da caixa aos convidados, eu disse: “Que a gente nunca precise abrir essa caixa, amor!” Foi emocionante e diferente do tradicional!

A cerimônia foi simples, realizada pelo meu padrasto que é pastor. No final da cerimônia, quando estávamos saindo, aconteceu uma linda chuva de fogos, surpreendendo a todos, inclusive meu noivo que não sabia de nada!

A festa começou e fomos tirar as fotos. Cada padrinho estava com uma camiseta de super herói por baixo e meu noivo com a camisa do super-homem. Tiramos muitas fotos loucas e divertidas!

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (8)

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (18)

Na festa dançamos a tradicional valsa e depois, pra surpreender a todos, do nada começou a tocar a música “Aqui tem um bando de louco, louco por ti Corinthians” e dançamos outros ritmos. Foi demais.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (5)

Minha prima me ajudou muito, ela fez os corações com mensagens de amor que decoravam os pratos nas mesas, fez saquinho de chuva de arroz… Eu fiz um varal com fotos, mas não somente dos noivos, mas dos noivos com os convidados. Então os convidados ficaram surpresos de encontrar fotos deles e se sentiram especiais.

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (6)

cr-casamento-tania-marcelo-ceub (1)

Aproveitei cada minuto do meu casamento, fui a noiva mais louca de todos os tempos. E só sei de uma coisa: casar é bom demais e eu quero de novo com o mesmo marido! O nosso fotógrafo apelidou meu casamento de Crazy Wedding! É louco, pois assim como foi emocionante, foi divertido!

Aqui vocês podem conhecer um pouquinho mais de nós dois e verem o vídeo da nossa cerimônia!

 

Mais Casos Reais para se inspirar:

O ritual da caixa de recordações

O mini-wedding da Vânia e do Denner

O pré-wedding nerd da Gláucia e do Bruno