Como fazer a lista de convidados para um Mini-Wedding

Ah, a lista de convidados… Só de pensar nela já vejo casais de cabelo em pé, tomando remédios para a dor de cabeça causada por ela. “Amor, será que precisamos mesmo convidar sua tia-avó que não vemos há 10 anos?” “E o seu tio sem noção? E se ele der em cima das madrinhas?” “Eu sei que aquele seu colega não é tão próximo assim, mas ele nos convidou para o seu casamento! E, além disso, ele já tem dois filhos…” Será que vocês têm mesmo que convidar essas pessoas?

lista-casamento-3

A lista já é um problema em casamentos com mais de 200 convidados, onde você decide ter espaço para todas as pessoas, agora imagina só como deve ser difícil fazer uma lista para um Mini-Wedding? E esse tipo de cerimônia e festa está cada vez mais na moda o que traz à tona questões importantíssimas!

lista-casamento-5

Se você optou por fazer este tipo de casamento, há uma boa chance de que fazer sua lista de convidados caber será mais um desafio. Então foca nas dicas abaixo que vai ficar mais fácil de ter certeza de que cortar aquela pessoa não tão próxima não será um problema tão grande assim…

1. Pague vocês mesmos seu próprio casamento – ou pelo menos grande parte dele. Eu fiz dessa forma, decidimos que juntaríamos dinheiro e não excederíamos a nossa reserva. Dessa forma, vocês têm mais direito de dizer não àquelas sugestões feitas por seus pais, tios, avós… Pagar o casamento é ter mais autonomia sobre a lista.

2. Convide apenas pessoas mais próximas e queridas de verdade. Seu casamento vai ser íntimo, então pense assim: Mães, pais, irmãs, irmãos, avós e amigos íntimos fazem parte da sua lista. Conhecidos e parentes distantes não. Caso surja um incômodo, deixe claro que a cerimônia é pequena e que só há espaço para os mais íntimos.

lista-casamento-1

3. Dentro do item acima, vem essa item super importante: Não convidar colegas de trabalho, mesmo que eles tenham convidado vocês para seus casamentos. O item 3 vai te explicar bem o porquê disso.

4. Não convide as pessoas por culpa. Não é porque te convidaram para um casamento que você tem a obrigação de convidar para o seu. As cerimônias mais íntimas como os Mini-Weddings são feitos para quem ocupa um espaço importante no seu coração. Convites de casamento não são moedas de troca e você não precisa lidar com a culpa.

5. Não convide filhos adultos ou adolescentes. A não ser que os filhos sejam pequenos e dependam de seus pais, você não precisa convidar os filhos já adolescentes daquele seu casal de amigos. Com certeza eles acharão chato estar em um casamento e os pais vão curtir ter uma noite só para eles.

6. Não permita paqueras. Só convide namorados e namoradas sérias. Se aquele seu amigo vier com um papo de que está apaixonado e namorando uma moça há duas semanas, explique a ele que cada convite custa muito para o bolso de vocês e que você preferiria que ele fosse sozinho. Se ele for realmente seu amigo, vai entender.

7. Planeje um Destination Wedding. Não sabe o que é? O Destination Wedding é um casamento planejado para acontecer fora da cidade natal dos noivos. Por exemplo, os noivos sãodo Rio de Janeiro e planejam uma festa no interior de Minas Gerais. Essa estratégia é uma maneira infalível para manter a sua lista de convidados pequena – a menos que você só tenha amigos suuuper ricos. Ao programar um casamento em um local distante, apenas seus amigos mais próximos e a família se esforçarão para estar ao seu lado.

8. Faça uma cerimônia a dois. Já pensou em se casar em Paris? Que tal pegar a grana do casamento e se casar lá? Torne esse momento e algo apenas para vocês dois ou, talvez, um par de amigos próximos ou seus pais. Super romântico.

9. Planeje uma festa de pós-casamento assim vocês poderão comemorar com as pessoas que não foram convidadas para a cerimônia oficial. Esta é uma opção bem popular para casais que optam por Mini-Weddings. Com certeza você vai garantir ótimas fotos!

lista-casamento-2

10. Escolha um local pequeno para o casamento. Restrições de tamanho pode fazer maravilhas para a definição da lista de convidados. Se você tem um local fisicamente pequeno, será impossível ultrapassar “sem querer” a quantidade estipulada.

E lembrando: Estas são apenas sugestões. Se você ama os filhos dos seus amigos e parentes, claro que deve convidá-los! Se aquele seu colega de trabalho foi um amor com você em seu casamento, convide-o. Com certeza ele já passou a fazer parte da sua lista de pessoas queridas. O importante é sempre manter em mente que você quer de verdade fazer um Mini-Wedding. Aliás, essas dicas acho que servem para qualquer pessoa que está com problemas para diminuir a lista, não é?

Seja lá qual for a sua decisão, é importante ser atencioso e sincero ao convidar as pessoas. Se algumas pessoas ficaram chateadas porque não foram convidadas, pedir desculpas sinceras e explique que vocês estão planejando um Mini-Wedding e não há convites para todos. E ainda assim algumas pessoas permancerão chateadas. Mas tenha força e coragem: lembre-se de que vocês foram sinceros consigo mesmos e com eles. Você não deve se arrepender de uma coisa que fez com sinceridade e amor, viu? Com o tempo eles irão entender!

Via Intimate Weddings.

Estela Rosa

Estela Rosa Autor

Estela é noiva para sempre mesmo depois de ter casado com o Rafael. Ela é uma aquariana engraçada, justiceira e irônica que, além do Rafa, tem os gatos em seu coração. Como toda boa noiva, é indecisa pra chuchu, mas no final consegue decidir tudo direitinho. Observadora e curiosa, a Estela fuça a internet como ninguém atrás de referências fantásticas e consegue resolver qualquer pauta que lançamos para ela! Passional até o último fio de cabelo, a moça tatuada que ama jardinagem e quebra-cabeças usa sua tagarelice super extrovertida para atuar como uma “match maker” profissional, juntando pares perfeitos pelo mundo afora.