[Crônica #4] A banda que caiu do céu

a banda toda

Crônica 4 | A banda que caiu do céu

Tem gente que diz que quando a gente quer muito, deseja muito, no fim das contas acaba acontecendo. Mesmo que seja beeeem no finzinho das contas… Pois é, foi assim com a banda que tocou no meu casamento. Senta que lá vem história, gente!

Eu já disse algumas vezes aqui que a família do Rafael é super talentosa, né? Por conta desses talentos, eles têm inúmeros instrumentos e coisas que ajudam muito a fazer uma festa: caixas de som, aparelhos de DJ, violões, etc… Aquelas coisas que ninguém espera que você tenha em casa, sabe?

Desde o princípio, eu e Rafael queríamos muito uma banda tocando na cerimônia e depois na festa. Mas, como a grana estava curta e banda acaba se tornando a parte mais cara da festa, decidimos apelar pros amigos DJs e usar caixas de som mesmo. Era o jeito.

O que acontece é que não conseguimos parar de sonhar com isso. Seria lindo, um arraso, um escândalo, fenomenal, se nosso casamento retrô contasse com uma banda, violões, violinos, imaginem?

Desencanamos um pouco da ideia e separamos as músicas, às vésperas do grande dia (pra vocês terem noção do quanto a gente esperou por uma banda cair do céu). Músicas escolhidas, caixas de som testadas, tudo certo. Foi quando recebemos uma ligação de Vitória.

O Rafael tem um primo, o Alexandre, super talentoso que tem uma banda de chorinho. Ele havia dito que tentaria ir ao casamento, mas nada de banda, já que iria só ele e a família. Mas, a sorte sorriu tanto pra gente, que a banda dele tinha um show marcado para sexta-feira. Agora o mais louco: adivinhem onde??? EM MIGUEL PEREIRA! Lugar onde foi nosso casamento!

Gente, foi uma loucuraaaa! Imaginem? Não tínhamos músicas ensaiadas, não sabíamos o que eles sabiam tocar. Tudo isso no sábado, dia do casamento. Ah, e pra completar, Rafael tem uma amiga, a Liliane, que é cantora. Ela se juntou à banda e topou a maluquice: ensaiar duas músicas duas horas antes da cerimônia!

eu agradecendo pela milesima vez a minha cantora favorita Liliane

Escolhemos músicas que nem estavam na nossa lista, mas que caíram como uma luva. O Rafael e os padrinhos entraram ao som de Close to You, do Carpenters, e eu entrei ao som de At Last, da Etta James. Depois da cerimônia a banda subiu pro salão de festa e passou a noite toooda tocando. Foi delicioso. Tocaram chorinho, samba, bolero, bossa nova. Todo mundo dançou e adorou.

violino e acordeon! alexandre e seu bandolim

De verdade, foi inacreditável! E aí? Vocês, noivinhas, tem alguma história surreal assim? Topariam o risco?? Eu topei e não me arrependo nem um pouquinho!!!

PS: Our Day Will Come foi a primeira música que o Rafael me dedicou. Antes mesmo de sairmos pela primeira vez. Parecia que ele sabia o que estava por vir. Pra quem quiser conhecer a música, vale a pena, viu? Ela é linda!

 

 

carinha_estela

Essa crônica foi escrita pela Estela Rosa, menina fantástica e linda, gatófila, noiva DIY e esposa do Rafael. Ainda por cima escreve bem demais.