Entenda tudo sobre a onda arco-íris que invadiu o Facebook

Nós aqui do CEUB adoramos  tudo que envolve o universo do amor! <3 E neste fim de semana nossa timeline ficou repleta de cores e de muuuita gente comemorando através de uma super onda arco-íris. O motivo? É que nos Estados Unidos, agora todo mundo, sem exceção, pode celebrar e oficializar esse momento que a gente tanto ama: o casamento!

casamento-gay-facebook

A Suprema Corte dos EUA legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo território norte-americano, na sexta-feira (26). Logo após a decisão,  milhares de usuários do Facebook  demonstraram apoio à aprovação do casamento homossexual no país através das redes sociais, aplicando em suas respectivas fotos do perfil um filtro colorido com as cores da bandeira LGBT.  Além disso, dia 28 de junho também é conhecido como o Dia Internacional do Orgulho Gay. Foi por esses motivos que você viu tanto amor espalhado por aí num dia só! <3

casamento-gay-gays

Agora, todos os casais apaixonados e comprometidos dos Estados Unidos poderão dizer “EU ACEITO” e ter seus diretos civis garantidos. E quem sabe, até contar o seu Caso Real aqui no CEUB e servir de inspiração para quem ainda está planejando o grande dia! VIVA!!

E aqui no Brasil, como andam as coisas?

Pelas nossas terras, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconhece a união estável homoafetiva, desde 2011. Em 2013, em uma decisão conjunta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do STF, ficou garantido que todos os cartórios do Brasil são obrigados a reconhecer não só a união estável, como também o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Os casais de gays e lésbicas possuem direitos semelhantes ao de casais heterossexuais, previstos no Código Civil, como a comunhão parcial de bens e pensões do INSS, por exemplo. No entanto, quem quiser tentar adoção, devem acabar apelando à Justiça.

A diferença principal entre os dois casos é que nos Estados Unidos a decisão histórica do dia 26 foi correspondente a inserir uma nova emenda na constituição. Já aqui no Brasil a medida foi feita pelo STF e a emenda constitucional ainda não foi aprovada pelo congresso. Resumindo: No Brasil, o judiciário garante os direitos dos casais homossexuais, mas pode-se alegar “falta de legislação”. Assim, a certeza de que todos os direitos serão garantidos a todos, igualmente, só será definitiva quando o Congresso Nacional aprovar uma lei para que haja reconhecimento na Constituição. E nós aguardamos ansiosamente por isso!

casamento-gay-bolo-1

É importante deixar claro para todos que o respeito e o amor devem vir acima de tudo e que lutar por uma sociedade mais igualitária traz vantagens para todos nós! Viva o amor e viva o respeito!

PS: Esse é o primeiro texto escrito em parceria com nossa querida estagiária Marry, que já chegou trazendo muito amor pra gente! Equipe maravilhosa trabalhando junto! Obrigada, Marry! <3

Fontes: Uol, Folha e CNJ.

Mais sobre o amor:

Ser madrinha é um estado de espírito

Para viver um grande amor: sobre Suzana e Adriana

O dia em que a ficha “estou casada” caiu