Guia para Recém Casados: Como Negociar as Festas de Fim de Ano?

Gente, essa matéria original em inglês está no Lover.ly. Mas eu achei tão boa e tão apropriada a estas épocas que estão chegando que decidi fazer um híbrido de tradução com texto meu mesmo, pois este vem sendo um assunto seríssimo aqui em casa nos últimos anos (especialmente depois que meu filho nasceu). Tem sido um tal de vai pra casa da minha cunhada, meu marido me leva pra casa do meu tio com o menino no colo e saco de presentes pendurado nas costas, depois meu marido volta pra casa da irmã dele pra jantar, depois volta pra casa do meu tio pra encontrar com a gente… UFA! O Natal virou uma maratona! Como você, recém casada/o, pode se deparar também com estes problemas, com esta nova logística natalina… achei que este seria um tema bem interessante pra trazer pra vocês.

As Festas de Fim de Ano chegaram e você e seu parceiro estão doidos para passar um tempo com seus amigos e familiares. O único problema é que… talvez um lado tenha que ficar de fora dos planos. Se vocês ainda estão noivos ou são recém casados, pode ser que tenham ideias e planos diferentes sobre como vão passar o Natal e o Ano Novo. Aqui vão algumas dicas importantes que podem te ajudar a manter seu Natal feliz e brilhante!

A Rustic Thanksgiving

Foto: Braedon Flynn Photography em Grey Likes Weddings via Lover.ly

1. Comunicação. Parece bobagem… mas a primeira dica é COMUNIQUEM-SE! Você não deve simplesmente esperar que seu parceiro/a leia a sua mente e saiba exatamente o que você quer. Fale sobre suas prioridades, tradições, e preferências – o mais cedo possível! Se na sua família o Natal é o evento mais importante do ano, deixe isso claro para o seu parceiro/a e esteja pronta/o para abrir mão de outro grande dia familiar.

2. Mantenha as famílias informadas. Não se engane: por mais que as famílias e amigos estejam loucos para comemorar o fim de ano com vocês, eles querem saber o quanto antes como será a programação. Não deixe para contar a eles de última hora que passarão o Natal em outro lugar, pois eles podem estar contando com vocês para calcular a quantidade de comida e bebida, para fazer amigo oculto ou ainda podem estar deixando e convidar outras pessoas por falta de espaço (priorizando a sua presença). Assim que vocês decidirem o que vão fazer, comunique às famílias com honestidade e abertura, deixando claro que a opção por ir a outro lugar não significa menos amor, e sim uma nova situação familiar em sua vida.

3. Não jogue a culpa para o outro. As decisões devem ser tomadas em casal. Seja qual for a estratégia adotada, seja quem for que abriu mão do quê, nunca jamais em tempo algum coloque a culpa no seu parceiro/a. Lembre-se que vocês decidiram o que vão fazer no Natal juntos. 

4. Faça com que seu parceiro/a se sinta incluído/a. Se você está decidida/o a passar o Natal com a sua família mas seu parceiro/a está um pouco acanhado com esta decisão, você pode tentar incluí-lo mais, convidando se possível alguns parentes e amigos dele/a ou ainda pedindo aos familiares dele/a alguma receita típica do jantar de Natal deles, ou incluindo costumes e tradições que ocorrem na casa dele/a. Quem sabe assim ele/a vai se sentir mais à vontade?

5. Vista seu melhor sorriso! Se por um lado você está abrindo mão este ano, lembre-se de que esta é uma ocasião feliz e não um castigo. Sorria e aproveite o fim de ano! Respire fundo, e pense em sua nova vida e sua nova família. É uma ocasião para comemorar e não para reclamar.

6. Faça a festa na sua casa. Se tudo indica que vocês não conseguirão chegar a nenhuma conclusão, uma boa ideia é trazer as duas famílias para a sua casa nova e fazer uma nova tradição de Natal ou Ano Novo! Esta seria uma excelente oportunidade para as duas familias se conhecerem melhor, para incorporar novos costumes e entender melhor como o outro se relaciona com estas datas.

7. Seja honesto consigo mesmo. Se seu parceiro/a está sendo teimoso sobre os planos de fim de ano e não está deixando espaço para as suas preferências, sempre é possível fincar o pé, mesmo que isso signifique que vocês acabem passando a data separados. Se as suas famílias vivem por perto, considere dividir o tempo. E, se isso não está nos planos, pensem em passar o Natal com uma família e o Ano Novo com a outra.

8. Revezamento. Se este ano ficou decidido que vocês passarão o Natal com a sua família, esteja preparada/o para abrir mão disso no ano que vem, e ir passar o Natal com a família dele/a. Não é justo que sempre um tenha que ceder. Lembre-se de suas prioridades. Negociar as festas de fim de ano requer paciência e consideração cuidadosa a cada ano. Os dois acabaram de criar laços que incorporam novas famílias, e vocês terão que juntos entender e descobrir o que funciona melhor.

Você talvez se interesse por estas matérias:

Planilhas para você organizar seu fim de ano sem sair do orçamento

Luminárias DIY para Natal & Casamento

Faça você mesma: enfeites para árvore de Natal com forminhas de cupcakes