O que fazer quando o casamento entra em crise?

Engana-se quem pensa que basta se casar e se amar para que as coisas deem certo entre os casais. É preciso muito jogo de cintura, equilíbrio e paciência. Muita paciência mesmo. Sei que nós sempre falamos de coisas fofas e lindas aqui no blog, que damos dicas para festas e festejos, mas às vezes precisamos falar sério. E, convenhamos, nem só de bem-casado e lista de casamento vivem os casais, certo?

casal de bonecos se beijando, num beijo romantico.

Vim aqui hoje para falar um pouquinho de mim, Estela, e do Rafa, meu marido. Nossa história de casamento foi contada aqui no blog e foi graças a ela que vim parar aqui, dando dicas e amando participar da vida de vocês. Estamos casados há dois anos e meio e já ouvi muita gente dizer que essa data é crucial para os casais, que é o tempo de perceber os defeitos do outro e começar a se adaptar. A lua-de-mel do primeiro ano já passou, as contas começam a chegar, a louça não se lava sozinha e agora todos os problemas são compartilhados.

Sim, é o momento do casal crescer.

crise-casamento (2)

É momento de ter equilíbrio e avaliar os sentimentos de verdade. O amor, com o passar dos dias e a convivência, vai se transformando. A parceria se torna cada dia mais intensa e você já não sabe mais como é não ter alguém ao seu lado para dividir um picolé ou uma conta. Mas os problemas podem se abater sobre os casais e eles vêm sem pedir licença.

crise-casamento (6)

É preciso acreditar e abrir espaço para muita conversa. Pensei em dez itens que aprendi ao longo desses dois anos e meio (e quase cinco anos juntos), e resolvi compartilhar com vocês. É possível ter atritos, se desentender e superar. E vamos agora rumo a crise dos cinco anos! KKkkkkk

1- Antes de gritar e brigar, medite sobre a sua reclamação. Ela é uma birra sua ou é algo que seu parceiro realmente pode estar pisando na bola? Se for birra, pense um pouco mais sobre o motivo da irritação. Se for vacilo do seu parceiro, converse com calma.

2- O seu amor é seu parceiro, não o encare como um inimigo a ser derrotado. Isso aconteceu comigo algumas vezes. As tarefas ficavam pesadas para mim e eu agia como se fosse uma disputa. Não é. O seu amor está do seu lado e a conversa é a melhor forma de resolver as coisas.

crise-casamento (7)

3- Não deixe de lado a paquera e a conquista. A tendência é a gente se acomodar, relaxar, não se importar muito mais com a paquera. E esse é um dos maiores vacilos que os casais podem dar. Façam jantares românticos em casa, separem um dia para se curtirem sem internet nem celular por perto. A conquista é uma delícia e fundamental.

4- Dividam as tarefas igualmente. Uma das grandes queixas que tenho sobre o casamento é como os moços, a grande maioria das vezes, não dão tanta atenção à casa como as moças. Claro que há exceções, mas o padrão é esse: a mulher arruma e o homem bagunça. Estamos em 2015, né, gente, tá mais do que na hora disso mudar. Todo mundo trabalha, todo mundo se cansa e dividindo tudo fica mais fácil.

crise-casamento (1)

5- Valorize o seu lar, ele é o seu ninho e o seu porto seguro. As brigas geralmente acontecem em casa e isso pode trazer um clima muito ruim para o lugar onde vocês vivem. Por isso não se esqueçam de valorizar o lar, de decorar e deixá-lo sempre lindo. As discussões se refletem em tudo ao nosso redor e cuidar da casa juntos e também cuidar do nosso coração.

6- Não esqueça seus amigos, eles são fundamentais. Costumo dizer que escolhi padrinhos de casamento a dedo: eles estão presentes sempre em nossa vida de casados. Os irmãos do Rafa, minhas irmãs, alguns amigos, estão sempre a postos para conversar e nos ajudar a colocar a cabeça no lugar. Quando a gente fala sobre nossos problemas com alguém, tudo fica mais claro e fácil de entender.

crise-casamento (1)

7- Façam planos com objetivos definidos. Uma das coisas mais frustrantes para os casais é não ter objetivos a alcançar. Depois do casamento, da festa, costuma surgir um vazio, uma deprêzinha pós-casório, que precisa ser preenchida com novos planos. Sentem e estipulem datas: vamos comprar uma casa, vamos ter um filho, vamos fazer uma viagem ao mundo. Tracem metas de verdade e se esforcem em conjunto para cumpri-las.

8- Estejam preparados para imprevistos. 2015 foi um ano difícil para muita gente. No meu caso e do Rafa, ele perdeu o emprego e fomos batalhar juntos. Foi uma surpresa, ficamos assustados, mas por estarmos super unidos e preparados para lutar juntos, superamos isso na boa. Foi difícil, tivemos algumas brigas, mas não sei o que seria de mim se ele não estivesse ao meu lado.

crise-casamento (8)

9- Tenha conversas esclarecedoras. Sabe aquilo que falei lá em cima sobre respirar fundo e meditar? Essas conversas são fruto desse controle e de conversar com os amigos. Esclareça tudo o que te incomoda e você quer mudar e converse abertamente com o seu amor. Não insinue nem espere que ele descubra o que você quer. Diga claramente, de coração aberto e seu agressividade.

10- Dê uma chance ao amor. Quando o desespero bater, pegue seu álbum de casamento, as cartas de amor trocadas, os vídeos que fizeram juntos e lembre-se dos motivos de estar casado com essa pessoa tão especial. A crise chega e a gente logo pensa em fugir, mas fugir não é a melhor solução. Há motivos para vocês terem decidido ficarem juntos e se eles ainda fazem sentido, deem uma chance ao amor. <3

crise-casamento (3)

Mais artigos sobre amor:

10 hábitos de casais felizes

Coisas estranhas que todos os casais fazem

10 dicas para reacender o prazer dos casais