Pense 10 vezes antes de mexer no celular do seu amor

A gente aqui do CEUB vive em busca de conteúdo bacana, ideias legais e matérias que possam ajudar nossas noivinhas, tanto as que vão casar quanto às eternas noivas já casadas. O Zankyou é um dos nossos portais de busca e foi exatamente navegando por lá, na categoria de artigos sobre relacionamentos, que encontramos este sobre a privacidade do casal.

Ninguém aqui gosta de ter sua privacidade invadida, não é? É ruim pensar e desconfiar que estamos sendo vigiados e mais ainda que estão desconfiando de nós, então por que você faria algo do tipo? Por que fazer com o seu amor algo que você não gostaria que ele fizesse com você? A base dos relacionamentos deve ser o respeito e por isso achamos super importante divulgar aqui essa lista de 10 motivos para você NÃO mexer nas coisas do seu marido ou esposa. Vamos conferir?

“Em tempos onde o celular é quase um membro a mais dos seres humanos, onde quase tudo na vida das pessoas gira em torno do WhatsApp, do Facebook e dos emails que chegam a cada minutos em nossas mãos, fica a pergunta: “Como não dar uma olhadinha no celular do seu marido, esposa, namorado ou namorada?”

casal-celular

Meio sem querer, ela deixou o computador aberto, ele viu um email “suspeito” e o namoro foi por água abaixo! Chegou um SMS da “ex” no meio da madrugada a esposa viu e o caos no relacionamento foi instaurado.

Já sabemos de milhares de histórias deste tipo e que é motivo de brigas antes do casamento, é pensando nisso, para evitar catástrofes amorosas, que resolvemos listar essas dicas para você pensar 10 vezes antes de mexer no celular do seu amor.

1- Tem coisa pior que alguém mexendo nas suas coisas? Mesmo seu parceiro(a) que você confia e que você imagina que não tem nada a esconder! Porém mexer no celular alheio é invadir seu espaço, sua privacidade e seu individualismo.

2- Controle-se! Se ele(a) deixou o email aberto o Facebook aberto, o celular em cima da mesa e foi tomar banho, não significa que você está liberada para fuçar em tudo que ele(a) conversa com seus amigos. Se te incomoda ou te instiga, feche-os na mesma hora.

3- Não saiba as senhas dele(a). Ok, saber a senha por um momento para ajudar em algo urgente, em casos como: você estar na rua e necessitar encaminhar um email importante: “Amor, entra lá no meu email e encaminha aquele email pra mim, minha senha é…” Ok, neste caso! Mas o ideal mesmo é você esquecer esta senha! Peça para ele(a) mudar em seguida.

beijo-veu

4- Nem uma espiadinha! Um simples “hahaha” para uma pessoa ciumenta pode se transformar em um “hahaha, vamos sair amanhã que horas?”. Não espie, não crie fantasias, não imagine coisas! Se você desconfia de algo, conversem. De que adianta estar com uma pessoa se você não confia nela?

5- Imagina alguém mexendo no seu celular? Você, mesmo não tendo absolutamente nada para esconder do seu amor, gostaria que alguém desse um passeio, lendo todas as suas conversas, emails e chats?

casal-beijo

6- Se você mexe em um celular de cabo à rabo, quer dizer que também faria isso com a carteira, gaveta, agenda, rede social? Afinal, qual o seu objetivo? Deu vontade? Respire fundo, vai dar uma volta, tomar uma água e esqueça este tema!

7- Quem procura acha, ou não. A teoria é: se seu parceiro(a) é cuidadoso e estiver te traindo, ele(a) vai excluir o histórico de conversas. Não perca seu tempo!

8- Vemos o que queremos ver. Ao mexer no celular alheio, você está em busca de algo. Aí é um bom momento para você refletir: por que estou aqui perdendo meu precioso tempo com esta insegurança?

9- Acima de tudo respeito e confiança são as bases para uma relação saudável. Portanto, a nossa décima dica é:

10- Desfoque sua atenção, drible sua curiosidade e seu ciúme bobo: faça qualquer coisa, menos perder o seu tempo fuçando no celular do seu amor!”

Dicas ótimas, não é? Então que tal desencanar desse ciúmes aí e aproveitar mais o amor que é uma delícia?!

Texto de autoria da Rafaella para o Zankyou.