7 dicas para economizar no vestido de noiva

Economizar no vestido de noiva e manter o investimento dentro do orçamento pode ser um desafio. Confira as dicas para economizar na compra e ainda sair satisfeita com a sua escolha.

A escolha do vestido é um dos pontos mais emocionantes para muitas noivas que estão organizando a festa. Por si só, a peça não é barata, mas com diferentes opções de modelos, tecidos e acessórios a variação de preço pode ser enorme.

Essa decisão carrega uma forte carga emocional e para se manter fiel ao limite de orçamento é preciso pesquisa, reflexão e autocontrole. Confira as dicas para economizar na escolha do vestido – e ainda sair muito satisfeita com o resultado.

1) Procure vestidos usados

Embora seja prazeroso escolher um modelo do zero, é preciso ter consciência de que não é necessário gastar mais do que pode para encontrar o vestido dos seus sonhos. Sites e lojas de usados podem ser uma grande mão na roda para quem deseja reduzir custos. Além disso, você pode fazer ajustes na peça para que ela fique com a sua cara.

Com uma infinidade de modelos disponíveis, é bem provável que você encontre um que se encaixe muito bem nos seus planos. Ferramentas como o Enjoei e Mercado Livre podem ajudá-la nessa tarefa. Lembre-se de sempre ficar atenta aos detalhes do modelo e medidas. Também aproveite para negociar com os vendedores.

2) Considere o primeiro aluguel

O primeiro aluguel é um pouco mais caro do que o aluguel tradicional, mas a noiva tem a vantagem de poder escolher o modelo e materiais que quiser. Se você não pretende guardar o seu vestido depois da festa e a opção cabe no seu bolso, essa pode ser a escolha ideal.

3) Fuja do tradicional

Vestidos de noiva são consideravelmente mais caros do que vestidos “comuns”. Por isso, hoje, diversas mulheres têm optado por modelos menos tradicionais, mais leves e casuais. Além de essa opção ser mais econômica, é possível conseguir resultados diferentes e que combinem com a personalidade da noiva. A época de Ano Novo pode ser um bom momento para encontrar um vestido branco bonito e com um preço interessante.

4) Varie materiais, tecidos e acessórios

Bordados, rendas, pérolas, tecidos e o próprio corte do vestido são todos detalhes que podem encarecer a peça. Por isso, pesquise e não se prenda aos itens mais caros.

Lembre-se: enquanto você estiver vendo todas as opções, lado a lado, pode até parecer que as mais caras são as mais atrativas. Ao se afastar dessa base de comparação, entretanto, vai perceber que os itens que cabem no seu orçamento também são de qualidade e agradam o seu gosto. “Perspectiva” é sempre importante para escolher bem e fazer um bom negócio.

5) Procure uma boa costureira

Seu vestido não precisa ser feito por um estilista renomado para ficar do seu gosto. Se você tem uma costureira de confiança, essa pode ser uma ótima opção para conseguir um resultado mais em conta.

economizar no vestido

7 dicas para economizar no vestido de noiva

6) Use um vestido da família

Reformar ou remodelar um vestido que foi da sua mãe ou de alguém da família também pode trazer um ótimo resultado, principalmente se você gostar de um tom mais retrô. Nessa opção, considere sempre quanto gastará com os consertos e se a opção realmente lhe agrada.

7) Busque em sites estrangeiros (mas tenha cuidado)

Sites estrangeiros, principalmente da China, caíram no gosto das noivas, mas é preciso muito cuidado para que o barato não acabe saindo caro. Há também algumas lojas autorizadas, dos Estados Unidos, por exemplo, que fazem entregas no Brasil e podem acabar trazendo mais segurança à compradora – por venderem peças originais e também no que diz respeito às condições de trabalho dos produtores -, mas, ainda assim, é preciso atentar-se a alguns pontos. Você não poderá ver ou experimentar o vestido antes da compra, a peça pode levar até quatro meses para chegar e é possível que haja custos com impostos. Além disso, se a compra não vier corretamente, será muito mais difícil contestá-la.

Para evitar um mau negócio, é importante contabilizar todos os custos (frete, impostos, ajustes…), sempre ficar atenta às qualificações dos vendedores, procurar fotos originais das peças e não contar com essa como a sua única opção.

*Este material foi escrito pela nosso site parceiro Finanças Femininas para auxiliar  os casais a manter a vida financeira mais saudável e organizada.