Como Economizar no Casamento: 3 Mitos e Verdades

Para finalizar nosso capítulo a respeito de quanto custa casar, reunimos aqui alguns mitos e verdades a respeito dos custos de um casamento e como economizar no casamento.

  

MITO: é mais barato casar casar qualquer dia da semana que não seja sábado.

VERDADE: O profissional contratado trabalhará com a mesma qualidade e dedicação, seja seu casamento na sexta, no sábado ou no domingo. Não haverá menos horas dedicadas… Fora isso, casamentos na sexta-feira ou no sábado têm se tornado cada vez mais comuns. Inclusive às 5as-feiras e na véspera de feriados! Dito isso, você pediria mesmo para os profissionais trabalharem por muito menos remuneração justamente no SEU CASAMENTO?

Alguns profissionais que já possuam a agenda cheia para os sábados podem, de repente, oferecer um desconto para os demais dias. Mas isso é uma possibilidade – e não uma obrigatoriedade. Isso no que diz respeito a serviços. Quando pensamos em produtos, tais como comida e bebida, os valores não variam de acordo com o dia da semana em que serão consumidos.

Caso você esteja contratando o buffet junto ao espaço onde ocorrerá a recepção, é possível que você tenha algum desconto com base no dia da semana devido ao ESPAÇO. Neste caso, o mito procede em alguma escala. Tenha em mente que estamos falando aqui dos dias que rodeiam o sábado. Segunda, terça e quarta são outra história – e é realmente plausível acreditar que haverá uma boa redução de custos nesses dias.  

 

MITO: FAZER TUDO POR CONTA PRÓPRIA REPRESENTA UMA BOA ECONOMIA.

Como economizar no casamento - DIY Faça você mesma

VERDADE: Este tópico permeia vários aspectos diferentes do seu casamento. Mas saiba que, muitas vezes, o preço de um produto no varejo é quase o mesmo que  o custo de contratar um profissional para executá-lo. Se você não for extremamente cautelosa, pode cair no erro de acabar gastando mais dinheiro fazendo um casamento todo DIY, porque você vai incrementando cada detalhe mais e mais.

 

MITO: BUFFETS CUSTAM MAIS BARATO QUE SERVIÇOS À MESA

como economizar no casamento - buffet

VERDADE: Muitas vezes um buffet exige mais comida que uma refeição servida à mesa, então eles podem até custar até mesmo mais caro. Por outro lado, o buffet exige a contratação de menos profissionais, como garçons. Então, antes de determinar um buffet ou um serviço à mesa, vale a pena cotar os dois casos. Você pode se surpreender.

MITO: SERVIR CANAPÉS AO INVÉS DE UMA REFEIÇÃO É UMA BOA MANEIRA DE ECONOMIZAR NO CASAMENTO.

VERDADE: Este estilo de recepção realmente envolve menos comida, porém será necessário contratar muitos canapés e pequenas porções. Tenha em mente também que, desta maneira, seus convidados provavelmente vão beber muito mais. Além disso, você precisará de uma ampla equipe de garçons circulando pelo salão 100% do tempo.

 

como economizar no casamento - canapés

 

Portanto, esta pode ser uma boa opção ou não dependendo do número de convidados. Cote todas as opções e veja o que se adequa mais ao seu orçamento.

 

MITO: “EU TENHO UMA AMIGA / FAMILIAR QUE SABE FAZER XXXXX, ENTÃO NÃO PRECISO CONTRATAR.”

VERDADE: Muitos noivos possuem amigos, familiares e conhecidos que sabem um pouco (ou até muito) sobre fotografia, planejamento, sonorização… O problema é que eles também são seus convidados – e 99% das vezes se ocuparão em ser convidados, e não profissionais.

Nosso conselho: agradeça a oferta e diga que você quer que aquela pessoa seja somente sua convidada no grande dia. É o melhor que você pode fazer em nome da amizade de vocês!

NOTA: CONTRATAR UMA ASSESSORIA É, NA REALIDADE, ECONOMIA DE DINHEIRO

Um fato bem comum é ouvirmos que um bom jeito de como economizar no casamento é evitar a contratação de um assessorista. Muitas vezes, esse conceito vem acompanhado da idéia de convidar uma amiga de infância que acabou de entrar no ramo, ou então da possibilidade de chamar um familiar para ajudar ou substituir um ou outro profissional. Lembre-se que optar por isso significa sacrificar um aspecto do seu casamento e você pode se arrepender.

Nós sabemos que a contratação de um profissional experiente, à primeira vista, pode parecer um grande desembolso. Mas saiba que esse desembolso pode, na realidade, representar uma bela economia no quadro geral. Isso por conta de uma simples verdade:

⇒Leia também: Os profissionais não estão enganando você (o preço não é pegadinha)

PROFISSIONAIS EXPERIENTES VÃO TE DIZER EXATAMENTE O QUE VOCÊ PRECISA, O QUE  NÃO PRECISA E COMO ECONOMIZAR NO CASAMENTO.

Isso vai desde simplesmente dizer “Não, isso é bobagem. Você não precisa comprar isso” até recomendar “Você precisa disso, e o melhor preço está aqui.”

> Um profissional experiente tem um relacionamento previamente estabelecido com diversos outros profissionais do mercado, e isso pode funcionar a seu favor e saber exatamente como economizar no casamento. É sempre legal você contar a um fornecedor que você veio indicado por um conhecido. Em geral, isso pode te render um pequeno mimo aqui ou ali, ou até mesmo um certo desconto. Não que isso seja obrigatório, mas é bem possível.

> Se você estiver prestes a gastar mais dinheiro do que precisa, um profissional experiente é capaz de guiá-la no caminho certo, prevenindo que você invista seu dinheiro em algum produto ou serviço que servirá apenas para gastar dinheiro!

> Os profissionais são capazes de te explicar como as coisas custam o preço que está sendo pedido e iluminar outros preços exagerados, o que resulta em muita economia!

FALE COM Mariana



Mariana

Mariana Autor

A Mariana nasceu em Paris, mas é carioca da gema. É uma libriana gulosa e indecisa, mãe coruja acima de tudo, sempre positiva, e adora trabalhos manuais. A garota é gatófila e casada com um gaitista-baixista-guitarrista, que também é designer, programador e geek, mas o rapaz se ocupa mesmo atualmente é de ser pai da Jojô (e dos gatos Nelson e Manel).
Mariana
A Mariana nasceu em Paris, mas é carioca da gema. É uma libriana gulosa e indecisa, mãe coruja acima de tudo, sempre positiva, e adora trabalhos manuais. A garota é gatófila e casada com um gaitista-baixista-guitarrista, que também é designer, programador e geek, mas o rapaz se ocupa mesmo atualmente é de ser pai da Jojô (e dos gatos Nelson e Manel).